24/05/2023 às 18:35 Resenha de Shows

Jota Quest mostra por que é o Coldplay brasileiro em noite quase perfeita em Curitiba

103
1min de leitura

Se alguns profetizam que o rock morreu, algumas vertentes ainda atraem sim casais românticos e grupos de amigos dispostos a sair de casa e pagar para ver um show. É o caso do Jota Quest, que completa 25 anos de carreira com turnê pelo Brasil.

Com direito a muita chuva de papel picado e rojões de fumaça, a banda mineira deu aula de como construir um show protocolar no bom e mau sentido da palavra. Ao estilo Coldplay, tudo parecia impecável. Os acertos (e semelhanças com a banda britânica) ficaram por conta de colocar já muitos hits no começo e pela presença de uma rampa que se estendia do palco até a metade da pista premium.

O “quase perfeita” do título ficou por conta do som, que dependendo do local da casa de shows (Live Curitiba) poderia ser ouvido mais abafado. Outro revés foi a ordem das músicas. Não faz sentido “Do Seu Lado”, grande música dançante e explosiva, ficar logo entre as primeiras. A seção final parecia ser local mais adequado para o hit.

Se nesses 25 anos o Jota Quest iniciou embalado e foi perdendo gás no decorrer dos lançamentos, essa marca pode servir para o grupo engrenar de vez e voltar aos trilhos dos belos lançamentos que marcaram o pop rock nacional. Com fãs e estrutura de primeiro mundo, fica fácil vislumbrar Rogério Flausino e companhia chegando aos 50 anos de carreira daqui alguns anos.

24 Mai 2023

Jota Quest mostra por que é o Coldplay brasileiro em noite quase perfeita em Curitiba

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

jota quest

Quem viu também curtiu

14 de Jun de 2021

Com superprodução hollywoodiana, “Omega Alive” coroa Epica na soberania do symphonic metal

29 de Mai de 2021

Em mais uma prova de superação, Nightwish faz ótima estreia do “Human. :II: Nature”, com novo baixista e velhos problemas

06 de Fev de 2023

Fãs cantam em uníssono os clássicos da era Di’Anno no Iron Maiden em São Paulo