14/06/2022 às 15:39 Entrevistas

Entrevista com Erik Danielsson (Watain): Black Metal na mídia e Venom

110
2min de leitura

A banda sueca Watain é uma das grandes referências do black metal moderno e está lançando seu novo álbum “The Agony & Ecstasy of Watain”. Em entrevista coletiva organizada pela Nuclear Blast, perguntei para o guitarrista Erik Danielsson sobre sua opinião a respeito de como esse gênero musical é representado na mídia e sua opinião sobre o clássico “Black Metal”, do Venom, que completa 40 anos de lançamento agora em 2022.


Gustavo Maiato: Recentemente, a Netflix lançou o filme de comédia “Metal Lords”, que tem um personagem no estilo black metal, com corpse paint e tudo mais. Outros filmes como o “Tenacious D - Uma Dupla Infernal” também falam sobre o metal com humor. Como você avalia isso?

Erik Danielsson: Acho que é algo natural do ser humano em geral responder coisas que ele não entende ou coisas que ele tem medo com risadas. É um escapismo rir do que não se entende. Você pode achar que é estranho. As pessoas riem da cultura indígena, por exemplo, porque estão vestindo roupas estranhas. Eles andam por aí pelados, sei lá. As pessoas ricas e privilegiadas do ocidente costumam rir do que não entendem.

Eu odeio isso, não gosto quando as pessoas se comportam assim. Acho desrespeitoso. o black metal não é algo para se dar risada. Mas entendo. Ele é algo que representa o inimigo para muita gente. Representa o declínio de muitas coisas que as pessoas consideram como códigos morais da sociedade. Representa a antítese do que as pessoas consideram normal, conservador e correto. Não acho que é legal fazer piadas com o black metal, não é uma comédia, sabe? Mas isso é minha opinião.

Gustavo Maiato: O álbum “Black Metal”, do Venom, foi lançado em 1982 e muitos consideram como o fundador do gênero. Qual sua opinião sobre ele?

Erik Danielsson: Esse álbum ‘Black Metal’ foi muito importante para mim. É uma coincidência estranha, porque ele faz 40 anos no mesmo ano que eu faço! É um disco fantástico. Não só pelo título, mas por causa de como ele soa. É uma representação perfeita de como acho que o black metal deve ser em uma capa de disco. A música deve sempre ser lembrada. Toda criança na rua sabe como é essa capa. Quero que as pessoas nunca parem de ouvir, é o tipo de música que você não vê mais hoje em dia. Sempre digo que se você vai criar uma banda de black metal, você precisa ser inspirado pela música do Venom. Precisa ter essa violência deles. Esse tipo de atitude sempre precisa ter e nesse disco temos a essência disso tudo.

14 Jun 2022

Entrevista com Erik Danielsson (Watain): Black Metal na mídia e Venom

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

black metal erik danielsson watain

Quem viu também curtiu

23 de Jun de 2021

“Foi o Sid Vicious quem me inspirou a criar o Helloween e o power metal!” – Entrevista com Michael Weikath (Helloween)

20 de Abr de 2022

Entrevista: Timo Tolkki (ex-Stratovarius) fala sobre "Visions", Andre Matos e mais

16 de Fev de 2021

Entrevista com Mark Jansen (Epica): "Eu nunca tomaria a vacina de covid-19 por mim, mas sim pelos outros!"